sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Que país é este? Me engana que eu gosto!


Que discurso! Quantos valores éticos! Será? Já ouviram falar neste senador?

Quem é do Pará sabe de quem se trata....É o cara das rodovias amazônicas que beneficiam as madeireiras, que por sua vez financiam as campanhas eleitorais no norte do país. Reclama por não ser da base aliada e sobrar menos "agrados". Que ética é esta???!!!!







Agora, quem veio primeiro? A sociedade que forma tais instituições ou as instituições que deformam a sociedade?
Sociedade sem proteção em todos os poderes instituídos! É o salve-se quem puder!

Aplaudam tais práticas e continuaremos a ser massa de manobra em todos os poderes!



terça-feira, 23 de agosto de 2011

Democracia dos injustos

Injustiçar....o verbo se faz carne e habita entre nós.

Hoje pensei muito em injustiça, palavrinha vergonhosa que a todo momento se transforma em ação. São cometidas por nada, por egos doentios, por falta de caráter ou por falta de competência mesmo. Mas, temos as injustiças que são cometidas por leviandade ou por desrespeito ao outro. Ah! Estas são piores, pois com elas, estão o desprezo ao semelhante e são aquelas que machucam a boa-fé, que ferem a dignidade e massacram a alma.

A vocês que se valeram desta prática para terem seus cinco minutos de fama neste dia, deixo o poema ao injusto, que dedico com todo meu fervor!

E parafraseando Quintana: Eu passarinho......

Democracia dos Injustos (poesia)

Se é certa a morte

Que calada nos espreita,

Não é digno aquele

Que bovinamente a cicuta aceita.

Veneno imposto por um qualquer filho-da-puta

Que no poder se instala pelo engodo.

Ajeita a vida de parentes e amigos,

Barganhando as partes pelo todo


Eleito, recita princípios, leis e decretos.

Mas a verdade, essa ninguém contesta:

Prioriza apenas mulher, filhos e netos,

Irmãos e sobrinhos nomeados pela fresta.


Democracia torpe feita por e para injustos.

Sem-vergonhas que com suas gravatas de seda italiana

Desviam dinheiro público pra bancar seus próprios custos.

Canalhas inúteis de notória e podre fama.


Desonestos que só pensam em privilegiar os seus.

Merdas que governam sem eira nem beira,

Orgulhando-se da própria sujeira,

Bancada pela desgraça de quem os elegeu.



(João Cândido Martins - 02/10/2010)


domingo, 21 de agosto de 2011

São Judas Tadeu e o pão caseiro...


São Judas Tadeu é o Santo das pessoas em situações desesperadas, e não por acaso, é o padroeiro dos funcionários públicos e do meu Flamengo. Comemora-se em 28 de outubro.

Penso que já está na hora de pensarmos bem neste padroeiro, pois a coisa está feia para a classe aqui em Mangaratiba. E com o bom efeito dominó, toda população está em situação de desespero.

Tenho pensado nisto e vou começar novenas ininterruptas até este dia, para que ele dê uma mãozinha por aqui.... tá certo que somos um tanto indolentes e não perseveramos em nossas causas, mas não custa tentar bater um papinho com ele todos os dias.

Me preocupa se nosso santinho ficar chateado e esquecer do todos nós aqui da terrinha. Afinal, seu nome vem sendo usado indevidamente, associando-o a situações não muito exemplares. Eu acho que São Judas está é chateado com o uso de seu nome, por pessoas que poderiam ser devotas de Judas, mas o Escariotes.

Vejam o caso de Lina Vieira, devota confessa do santinho, teve uma passagem relâmpago pela chefia da Receita. Existem tantas versões para sua saída. Uns alegam que foi a baixa na arrecadação, outros pelo possível envolvimento no caso da investigação da Petrobrás e outros alegam que foi o desentendimento com a Dilma, na época ministra-chefe da casa civil.

Por aqui, São Judas vem sendo associado a merenda escolar, que está uma coisa de louco, já que sua "coligada", ops, "concorrente" Home Bread - a tal do pão caseiro - não está agradando nem com o fornecimento, nem com a qualidade, nem com a credibilidade em seu histórico empresarial e ainda faz com que nossos "recursos" caiam lá por Jacarepaguá. Tenho a impressão que a São Judas será nossa próxima fornecedora que virá com os mesmos pães caseiros que estão entalados em nossas gargantas e que afetam o compromisso firmado COM A POPULAÇÃO de melhores condições de vida para o município.

Então, como sou solidária aos funcionários públicos, que estão precisando cada vez mais da proteção do santinho padroeiro, peço que nossos eleitos, despachem para bem longe esta coisa do "pãozinho caseiro" que deveria ser associado a Santo Antonio e deixem São Judas Tadeu cuidar desta classe que de tanto levar porrada, está quase se transformando em massa de "Home Bread".

sábado, 20 de agosto de 2011

A barata e a sociedade

Quando era menina.....faz tempo, todos eram terríveis, digo terrível mesmo, pois ninguém escapava da falta de limites e da falta de compaixão tão comum quando se é "criança". Eram apelidos horrorosos, implicância até ver o colega dominado. Não escapava ninguém mesmo! Os estudiosos eram os CDFs, discriminados pelos populares "zoadores" que pouco se interessavam em alguma aula. Porém, em contra partida, os CDFs discriminavam os arruaceiros, deixando-os bem distante. A vingança, quase sempre era na hora de provas, pois se recusavam fornecer a cola salvadora. E todos discriminavam aqueles que eram os "esquisitos", que poderia ser um gordo, um magro, um narigudo, um peidão, um baixinho, um altão....

Mas, nada era politicamente correto, e resolvíamos as coisas na escola, que por sua vez não dava tanta importância a isto, mas conseguia manter a disciplina necessária. Professor era respeitado e sabia se fazer respeitado, inspetor era durão e nem mesmo nossos pais, questionavam a autoridade destes profissionais. Merendeiras e o pessoal de limpeza eram tratados como "tios" e conseguíamos manter assim o bom andamento no dia a dia escolar.

Porém as coisas perderam o controle e as divisões ficaram mais preocupantes, com problemas gravíssimos e começaram as "análises" do que seria admissível ou não, chegou o ECA, que é super mal interpretado, tanto por crianças e adolescentes, como por pais e professores. Também tivemos o empobrecimento do ensino público, a separação de classes sociais nas escolas, enfim, o massacre de oportunidades iguais que deveriam ser garantidas pelo estado.

Ah! Mas hoje, temos muito mais escolas, vagas garantidas para todos e consequentemente mais oportunidades asseguradas! Não é assim? Seria, se tudo isto fosse acompanhado de qualidade na educação, na formação dos educadores, na boa remuneração dos profissionais envolvidos, no investimento maior dos recursos nesta área e na boa aplicação do ECA.

Esta baboseira toda que escrevi, foi só por sentir muita pena da "barata" e perceber que tudo é feito de maneira tão superficial.... Vejam, analisam profundamente Monteiro Lobato e chegam a conclusão que ele é racista. O cara pode ter sido mesmo, mas com toda certeza, seus textos não conseguiam atingir a mensagem subliminar que talvez tentasse passar. Analisam letras infantis que cantamos desde criança e que nunca foi motivador de agressões aos animais, como o "Atirei o pau no gato", mas deixam a pobre "barata" ser vítima constante da humilhação....


E o bullying? É visto e pensado parcialmente e com soluções que não atingem os agressores ou protegem de fato as vítimas. Ora, se um grupo é agressor, ou se toma providência de fato, ou então ensinem a vítima a se proteger de fato disto tudo. Mas, o que temos são conversas com os deformados agressores, que de nada adianta, são pedidos de compreensão ao vitimado, que acaba se encolhendo, encolhendo até não poder mais.... e por vezes explodir.

Escrevo isto, por ter vivido uma experiência interessante com uma criança faz algum tempo.
Ela estudava em uma escola, em um estado onde a maioria era branca e só ela e a irmã eram mulatas. Foi discriminada por um semestre inteiro, com sua mãe indo quase que diariamente pedir para resolverem o problema e nada acontecia... a resposta era sempre de que "estamos trabalhando a cabecinha das crianças", ou "estamos trabalhando as diferenças" e a criança não podia sentar ao lado de nenhuma outra, pois pediam para retirar a "negrinha", não brincava no pátio com os demais, até que ficou sem par na festa junina. A mãe cansada disto tudo, partiu para o contra ataque. Colocou-a em um psicólogo que de nada adiantou, e quando a menina chegou chorando em casa por terem a chamado de cabelo de corda de violão, sua mãe deu uma bronca na menina, disse que se ela voltasse para casa chorando mais uma vez por isto, ela iria levar umas palmadas, pois a vida era assim e sempre encontramos pessoas sem limites e que ela tinha que aprender a se defender.

Passados alguns dias, a mãe foi chamada na escola para resolver um problema. A menina se cansou de não poder sentar do lado de ninguém e resolveu escolher o lugar onde iria sentar. Um menino empurrou a "negrinha" e ela pegou a mochilinha e lascou na cara do moleque, que caiu e machucou o nariz. A mãe do menino pediu providências e a escola alegou que a menina tinha sido agressiva..... a mãe da "negrinha" respondeu que dali por diante, a escola tinha que "trabalhar a cabecinha dela" ou "trabalhar as diferenças" com a menina, pois quem estava com problemas agora, eram os demais.....

Evidente que a menina não continuou na escola, mas nunca mais sofreu bullying..... Esta seria a solução? Claro que não, mas a omissão dos profissionais levou a mãe a tomar uma medida "pedagógica" particular.

Então, aprendi a sentir pena da "barata" e percebi que as vezes, só mesmo fazendo barulho, conseguimos entrar mais fundo nas questões que são comumente tratadas de forma tão rasteiras, somente com intuito de abafar os problemas reais....


Vamos a barata:





quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Quinta feira de dor - Mangaratiba apática...

Que quinta feira sombria! Parece que Deus está com grossas lágrimas presas, que insistem em não derramar pela face de Mangaratiba.

Parece que aquele olhar de esperança, foi embora, rapidamente, com receio de ser acorrentado por pessoas sonhadoras e passivas... demais! Chore logo Mangaratiba! Ajude Deus a derramar estas lágrimas...Só assim, aliviamos a dor da indignação e da humilhação de nossos sonhos...

Vamos lá! Segura na mão de Deus e vAMOS!!!!!!!!!!!!!




quarta-feira, 17 de agosto de 2011

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Quem quer um quiosque?



Bom, informo aqueles que possuem interesse em obter a concessão de exploração de um quiosque na praia de Muriqui - Mangaratiba, que existe um disponível.

Basta levar esta foto ao protocolo da prefeitura e solicitar que a concessão seja cancelada, pois o atual detentor da concessão não tem mais interesse no comércio.

Isto é fato! Não se pode tratar a coisa pública como particular. É lei!


Merenda escolar Mangaratiba Semana 15 a 19/08

Vamos acompanhar? Ninguém faz, eu faço!

Ensino fundamental e Educação infantil
Dia 15/08 :
Desjejum - Achocolatado
Almoço/jantar - Carne moída com polenta, arroz e feijão
Sobremesa (somente para Educação Infantil) - Maçã

Dia 16/08:
Desjejum - Mingau de aveia
Almoço/jantar - Risoto de frango, feijão
Sobremesa (somente Educação Infantil) - Laranja

Dia: 17/08:
Desjejum - Leite e biscoito de maizena
Almoço/jantar - Iscas de fígado acebolado, purê de batata, arroz e feijão
Sobremesa - (somente Educação Infantil) - Mamão

Dia: 18/08:
Desjejum - Achocolatado e biscoito salgado
Almoço/jantar - Carne assada, farofa c/cenoura. arroz e feijão
Sobremesa - (somente Educação Infantil) - Banana

Dia: 19/08:
Desjejum - Mingau de maizena
Almoço/jantar - Canja
Sobremesa - doce


Creche: (crianças de 4 meses a 5 1/2 meses)

Dia 15/08:
Desjejum - Mingau de cremogema
Colação - Papa de banana
Almoço - Sopa de repolho, abóbora, batata e frango
Lanche - Papa de maçã com mamão
jantar - Mingau de cremogema

Dia 16/08:
Desjejum - Mingau de farinha láctea
Colação - Refresco de laranja lima
Almoço - Sopa de inhame, cenoura, couve e carne
Lanche - Papa de banana com pêra
jantar - Mingau de farinha láctea

Dia 17/08:
Desjejum - Mingau de mucilon
Colação - Refresco de melancia
Almoço - Sopa de batata doce, vagem, chuchu e frango
Lanche - Papa de maçã com mamão
Jantar - Mingau de mucilon

Dia 18/08:
Desjejum - Mingau de maizena
Colação - Refresco de laranja lima
Almoço - Sopa de bertalha, abóbora, batata e carne
Lanche - Papa de banana com aveia
Jantar - Mingau de maizena

Dia 19/08:
Desjejum - Mingau de aveia
Colação - Refresco de laranja lima
Almoço - Sopa de cenoura, beterraba, espinafre e frango
Lanche - Papa de pêra
Jantar - Mingau de aveia


Creche: (crianças de 6 meses a 1 ano)

Dia 15/08:
Desjejum - Mingau de cremogema
Colação - Papa de banana
Almoço - Sopa de repolho, abóbora, arroz e frango /sobremesa: mamão
Lanche - leite com mamão e mucilon
Jantar - Sopa de repolho, abóbora, arroz e frango /sobremesa: maçã

Dia 16/08:
Desjejum - Mingau de farinha láctea
Colação - Refresco de laranja lima
Almoço - Sopa debatata, cenoura, couve, massa e carne / sobremesa: pêra
Lanche - leite com banana e aveia
Jantar - Sopa debatata, cenoura, couve, massa e carne / sobremesa: melancia

Dia 17/08:
Desjejum - Mingau de mucilon
Colação - Refresco de pêra
Almoço - Sopa de batata doce, bertalha, arroz e frango / sobremesa: gelatina
Lanche - mingau de aveia
Jantar - Sopa de batata doce, bertalha, arroz e frango / sobremesa: maçã

Dia 18/08:
Desjejum - Mingau de maizena
Colação - Papa de mamão
Almoço - Sopa de couve, batata, abóbora, massa e carne / sobremesa: banana
Lanche - Leite com maçã e farinha láctea
Jantar - Sopa de couve, batata, abóbora, massa e carne / sobremesa: mamão

Dia 19/08:
Desjejum - Mingau de aveia
Colação - Refresco de maçã
Almoço - Sopa de inhame, espinafre, arroz e frango / sobremesa: melancia
Lanche - Leite com banana
Jantar - Sopa de inhame, espinafre, arroz e frango / sobremesa: doce de leite

Creche: (crianças de 1 ano a 5 anos)

Dia 15/08:
Desjejum -achocolatado e biscoito salgado
Colação - banana amassada
Almoço - Carne moída com repolho, salada de beterraba, arroz e feijão / sobremesa: doce de leite
Lanche - bolo branco e limonada
Jantar - Sopa com chuchu, abóbora, batata, arroz e frango / sobremesa: maçã

Dia 16/08:
Desjejum - Café c;leite e biscoito maizena
Colação - Pêra
Almoço - Carne ensopada, polenta, arroz e feijão / sobremesa: mamão
Lanche - Mingau de mucilon
jantar - Canja / sobremesa: melancia

Dia 17/08:
Desjejum - Leite e biscoito salgado
Colação - Refresco de melancia
Almoço -Frango ensopado, massa ao sugo, batata sauté e feijão / sobremesa: maçã
Lanche: Vitamina de banana
Jantar - Sopa de batata doce, batata doce, beterraba, bertalha, massa e carne / sobremesa: gelatina

Dia 18/08:
Desjejum - Mingau de cremogema
Colação - Refresco de laranja
Almoço - Omelete c/legumes, salada de tomate, arroz e feijão / sobremesa: arroz doce
Lanche - Leite e biscoito maizena
Jantar - Sopa de couve, batata, abóbora, arroz e carne / sobremesa: mamão

Dia 19/08:
Desjejum - Achocolatado e biscoito maizena
Colação - Maçã
Almoço - Carne moída c/cenoura, chuchu e vagem, arroz e feijão / sobremesa:pêra
Lanche - Biscoito salgado e refresco de maçã
Jantar - Sopa de ervilhas com carne / sobremesa: banana


domingo, 14 de agosto de 2011

Convite da Pastoral da Família Mangaratiba

Prezados amigos:
Segue em anexo a programação da Semana da Família da nossa Paróquia de Nossa Senhora da Guia. Nesta semana devemos demonstrar nosso desejo de fazer alguma coisa em defesa e promoção da família, como resposta ao momento presente.
Contamos com todos para divulgação e principalmente a participação nas atividades propostas.
“Da paz em família depende a Paz na Sociedade”
(João Paulo II)
UM ABRAÇO FRATERNO,
FABIANO E DANIELE
Casal Coordenador da Pastoral familiar
(21) 7506.2914; 9302.1023

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA GUIA

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA 2011

14 – 21.08.2011

Família, Pessoa e Sociedade

PROGRAMAÇÃO

LOCAL: IGREJA NOSSA SENHORA DA GUIA – MATRIZ

14.08 - 18:00h - TERÇO DOS HOMENS

19:00h - MISSA SOLENE – DIA DOS PAIS

15.08 18:00h – Abertura da Quaresma de São Miguel Arcanjo - Missa

19:30h – Palestra: “Dignidade da pessoa humana e os sistemas sociais”

Drª Kátia (advogada).


16.08 - 1º SEMINÁRIO DE POLÍTICAS PÚBLICAS QUE VALORIZAM A FAMÍLIA

18:00h – Abertura: Família, Pessoa e Sociedade

Padre Sérgio Luiz

19:00h – Políticas públicas para a família, contextualização;

Deputado Estadual ROBSON LEITE

19:40h – Políticas públicas para mulheres

Vereadora LIA (Angra dos Reis)

20:20h – Debate

21:30h – Encerramento

17.08 - 19:00h - Palestra: “Família geradora de uma sociedade nova”

Padre Jorge Bispo

18.08 19:00h – Palestra: “A espiritualidade do acolhimento e da adoção”

Pastoral Familiar

19.08 19:00h – Palestra: “O diaconato permanente e a sua importância para o convívio familiar”

Diácono Antônio Carlos

20.08 18:30h – Hora Santa pelas Vocações

19:00h – Santa Missa pelas Vocações Sacerdotais

Padre Fábio Balbino

21.08 - 18:00h – TERÇO DA SAGRADA FAMÍLIA

19:00h – Encerramento da Semana da Família 2011– MISSA DO AVIVAMENTO


Padre Sérgio Luiz

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Notícias do PDT

Os deputados estaduais Paulo Ramos e Wagner Montes, ambos do PDT, enviaram nesta terça-feira à direção nacional do partido cópia da decisão da 1ª Câmara Cível do Estado do Rio de Janeiro, que anulou recentemente a Convenção Regional do partido que elegeu a atual diretoria. Os dois deputados alegam que, como a Justiça anulou as eleições, todos atuais dirigentes também têm que ser destituídos e convocada uma nova eleição.

No documento, Ramos e Montes pedem que “seja nomeada, imediatamente, uma Comissão Provisória”, integrada por representantes das bancadas estadual e federal para a “escolha dos membros do Novo Diretório Regional.”

Solicitam ainda ao presidente do PDT nacional, deputado federal André Figueiredo, que “seja afixada a data para a realização da eleição no prazo máximo de 90 dias”, e que seja estabelecido que o “colégio eleitoral seja constituído de todos os filiados”, já que a maioria dos municípios não têm diretórios atuantes, ou são integrados por representantes indicados por uma Comissão Executiva agora considerada “ilegítima” pela decisão judicial.

“Só queremos que o PDT nacional cumpra uma decisão judicial e convoque nova eleição. Até porque se não fizermos isso logo, a situação do partido ficará muito complicada para a próxima eleição”, afirmou Paulo Ramos.


Conheça o blog do DEPUTADO PAULO RAMOS


domingo, 7 de agosto de 2011

A feirinha, o eleitorado e os candidatos.

Nossa, como é difícil incentivar a participação da população no processo pré-eleitoral. Tenho tantas dúvidas, como podemos fazer com que esta participação desencane...

Ontem, fui dar uma olhada na famigerada festa do morro da encrenca e vi umas situações bem interessantes para se pensar e refletir mesmo. Em um momento, estava sentada no meio fio, esperando a galerinha brincar nos brinquedos sinistros da feirinha livre, ops, festa de Muriqui, e vi algumas abordagens de pré-candidatos e fiquei atônita com a mesmice e com a cara de pau dos que abordam o povo e com a cara de pau dos abordados.

Um destes pré-candidatos, era apresentado por um "acompanhante" aos populares... Caramba! Parecia venda de camelô! O pré-candidato fazia cara de interessado na conversa, o apresentador da mercadoria bajulava a mercadoria, o "comprador" vendia seu apoio a mercadoria e nada se conversava de concreto, só ouvia aquelas frases de efeito, de análises superficiais ao momento político, as respostas eram tão estapafúrdias que me fizeram pensar que aquilo não era real. Assim que o abordado se afastava, o vendedor falava que a pessoa apresentada tinha família grande, que seria um apoio maravilhoso, que deixasse em suas mãos que aquele com toda certeza já estaria com eles... o pré-candidato por sua vez, nem escutava direito, pois já estava acenando para outros e anotando no celular o número de contato do abordado, que quando se encaminhava para ir embora, disse: Conte comigo, mas, qual é a sua "graça" mesmo?

E assim, vi algumas destas situações. Todos querendo arrumar uns trocados e sentirem um pouco do gostinho de parecer "importante", articulado e "esperto".



Centros Sociais ou currais para abate eleitoral?

A população se acostuma com tudo mesmo! Em troca de uma migalha de nossos direitos, aceitamos que pessoas suguem até a última gota de dignidade da sociedade.

Quem precisa ter suas necessidades básicas atendidas, não quer nem pensar se está sendo usado ou não, quer ser atendido, quer sobreviver de qualquer maneira. Mas, e aqueles que não precisam e nada fazem para impedir que o processo de esmagamento social se perpetue?

E nós que repudiamos estas práticas, pois sabemos que isto não passa de promoção pessoal, de atividade grosseiramente travestida de ações sociais, e nada fazemos para que isto não aconteça?

E as autoridades instituídas pelo povo, para o povo, fecham os olhos para isto, ou melhor, muitos chegaram ao poder, justamente por isto.....

E por aqui.....Em breve inauguração de mais alguns centros sociais.... as propagandas já começaram.


Notícia: JORNAL EXTRA


"Aos 81 anos, Terezinha Alves Rangel sofreu um derrame. Do médico, recebeu a recomendação: deveria fazer fisioterapia. Mas onde?, pensou, aflita. Resolveu bater à porta dos postos de saúde municipais de Vila União e Vilar dos Teles, perto de sua casa. Nada feito, lá não havia aparelhos. Sem atendimento na rede pública de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, decidiu recorrer à “UPA” do vereador Francisco da Costa (sem partido), no bairro Tomazinho.

Dona Terezinha não foi a primeira a buscar ajuda nas policlínicas improvisadas montadas por políticos na região. De acordo com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, 56 centros sociais funcionam na Baixada, e, apenas em quatro deles (em Meriti, Belford Roxo e Nova Iguaçu) são realizados por ano 68.640 atendimentos. O número é significativo: equivale a 22% do que é realizado nos postos de saúde municipais localizados nas mesmas áreas dos chamados “prontos-socorros eleitorais”.

A partir de informações das Câmaras de Vereadores dos 13 municípios que compõem a Baixada, o EXTRA chegou a Francisco da Costa e a outros 16 parlamentares com maior número de mandatos na região. Destes, cinco estão à frente de centros sociais. Outros três também apostam no assistencialismo, de olho no poder das urnas. No centro social de João Carlos Julião, no Vale das Mangueiras, em Belford Roxo, depois da identidade, alerta o cartaz na entrada, o título de eleitor é um dos “documentos necessários para o atendimento”.

Sem autorização da Vigilância

Hoje, os cinco veteranos que mantêm centros sociais na Baixada ganham entre R$ 5.400 e R$ 9.288. E, a julgar por Francisco da Costa, eles são obrigados a fazer ginástica para manter as instituições.

Sem alvará das prefeituras, autorização da Vigilância Sanitária ou registro nos conselhos regionais de medicina e odontologia, todas as policlínicas funcionavam até julho sem serem incomodadas. Apenas após ser procurada pelo EXTRA, a Prefeitura de São João de Meriti resolveu se mexer, multar e notificar a instituição.

— Já seria nefasto se o serviço nestes centros fosse de excelente qualidade, mas não. Em ações feitas pelo TRE, descobrimos lotes de remédios fora da validade e outros desviados da rede pública — afirma a procuradora da República Silvana Batini.

Durante três meses, o EXTRA percorreu centros sociais mantidos por políticos, Câmaras de Vereadores e cartórios para entender como funcionam estas instituições. E entrevistou 60 pessoas — entre elas, a idosa de Vila União.

Uma amiga me indicou o centro social. Meu filho votou no vereador. Por isso, vim para cá. Preferia fazer o tratamento no posto de saúde, que é mais perto da minha casa, mas lá não tem aparelho — disse, em 8 de julho, dona Terezinha, pouco antes de iniciar a sessão de fisioterapia na “UPA” de Tomazinho."

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Irregularidades ambientais - Mangaratiba

Fonte: O Dia


Condomínio em Mangaratiba é processado por irregularidades ambientais

Rio - O Ministério Público (MP-RJ) ajuizou Ação Civil Pública contra as empresas Porto Real Investimentos S.A e Condomínio Porto Real Resort, localizadas em Conceição de Jacareí, Mangaratiba, pela prática de irregularidades ambientais no empreendimento imobiliário, localizado no Km 64 da rodovia BR 101 (Rio-Santos). O Instituto Estadual do Ambiente (INEA) também foi apontada como responsável pelas irregularidades na ação.


Entre as intervenções ambientais indevidas listadas pelo MP, estão a supressão irregular de vegetação, remoção de vegetação de floresta em Área de Preservação Permanente (APP), ocupação e construção em faixa marginal em APP e desvio e canalização irregular de curso d’água (córrego).


A empresa deve ser condenada a remover ou demolir todas as intervenções, obras e serviços reconhecidos como irregulares/ilegais. Além disso, o condomínio e o Inea terão de reconstituir todo o ecossistema lesado, em não sendo possível a recuperação, que sejam obrigados a compensá-lo. Os danos ambientais irreparáveis decorrentes das intervenções irregulares são passíveis também de indenização.


O MP considerou grave a existência de vícios no procedimento de licenciamento ambiental pelo INEA (entre eles o fato de o instituto negar a existência de áreas de preservação permanente em determinada parte do licenciamento, ao contrário do que fora constatado pelos técnicos do Grupo de Apoio Técnico Especializado do MPRJ). Inquérito Civil Público foi instaurado em 2009 pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva, Núcleo Angra dos Reis, para apurar as possíveis irregularidades.


Liminarmente, o MP requereu que o Inea seja impedido de conceder qualquer renovação ou autorização/licença à empresa responsável, sob pena de multa diária não inferior a R$ 20 mil.



Isto foi ação concreta!!!! E os vereadores de Mangaratiba? Já haviam percebido estas irregularidades? Ou iriam só mirar na BRASCAN? É mais "tranquila" a fiscalização? Este processo de 2009 foi denúncia anônima? Por algum cidadão consciente? Ou algum grupo interessado de FATO na questão ambiental?

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Mangaratiba - a "pasmadinha" da Costa Verde

Já estou vendo a preparação dos cavalinhos de corrida... Já estou vendo os apostadores sedentos em quebrar a "banca" ou se portando como bookmaker amealhando apostas. Mas, não vejo de fato, ninguém preocupado com o cocô nas praias e cachoeiras, com desmatamento, com desemprego, com qualidade na saúde, com transporte decente, qualidade e participação na educação e etc...

Estes e outros assuntos estão sendo usados para induzir ou manipular a opinião pública e o eleitorado em geral. Claro que isto acontece sempre, claro que isto tudo foi usado anteriormente para conseguirem um lugar ao sol do poder na terrinha. Mas, caramba! Será que não existe um cidadão de fato interessado em Mangaratiba? Será que não conseguimos entender que esta manipulação sem consistência em argumentações, só prejudica a todos nós?


Isto tira até a vontade de criticar, elogiar ou mesmo participar das questões públicas. São argumentos pequenos, tolos, que por si só tornam-se enjoados e cacetes.

Creio que de tanto lerem notícias tendenciosas já não sabem usar a livre expressão, pois se valem de erros para que algum dia possam errar da mesma forma.

Não vejo pais em massa participando de reuniões em escolas, questionando, sugerindo, apoiando ou exigindo qualidade. Penso mesmo que nem sabem o que seria qualidade, pois nunca firmaram este conceito. E também não vejo professores comprometidos de fato com qualidade e ouso dizer que não saberiam também conceituar.

Não vejo ninguém recusando "favores" se encontram dificuldades em marcações de consultas, exames e atendimentos na saúde. Nem mesmo fico sabendo de pessoas que participam de reuniões de conselhos e exijam que os conselheiros façam sua lição de casa direitinho. Arrisco dizer que nem se interessam em saber o que deveriam fazer os conselheiros...

Não percebo no dia a dia, ninguém se interessando em deixar de jogar sujeira nas ruas. Não vejo comerciantes se associarem para formar uma representação junto ao executivo, nem levar sua causa ao legislativo.

Vejo falação a favor dos desvalidos, mas não percebo nem mesmo um movimento de voluntários, coisa tão normal e necessária ao desenvolvimento social.

Mas, o grave disto tudo, é ver pessoas se travestindo de oposição e não se engajando em resoluções. Ah, mais quem deve resolver são os gestores! Claro! Mas, ficar como donzelas enclausuradas na torre, não fará com que sejam respeitados!

Vou arriscar um palpite! Em 2012, tudo pode acontecer! Só não irão buscar novidades para a Câmara, nem para o executivo.

Tenho convicção que elegerão qualquer imbecil que já tenha passado pelo poder e que nada fez, ou elegerão aqueles que se travestirem de justiceiros implacáveis. Mas, nunca se arriscarão em novidades, em pessoas que não prometerem o céu corrompido das facilidades.

Não esqueçam que é da própria sociedade que surgem as instituições e seus representantes, portanto, quando criticamos as instituições, estamos criticando a sociedade da qual fazemos parte e que alimentamos com nossos atos infelizes ou com a nossa omissão.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Mais um episódio da novela Câmara de Sucupira

Ele, ele mesmo, o vereador "inho", ops, Edinho, foi eleito presidente da Câmara. Mas, pasmem todos, com o apoio dos vereadores que no ano passado levaram a pernada fatal que os fez ficar de quatro pelo resto do ano.....

Lembram quem seria o presidente da Câmara? Lembram quem convocou uma nova eleição, alegando inconstitucionalidade na mudança da Lei que contou com seu próprio voto?

Lembram que aquele que levou rasteira, esperneou, entrou na justiça, passou mal e depois recuou?

Pois é, este mesmo grupo que caiu de quatro, foi o que votou em bloco no vereador inho, ops, Edinho!!

A coisa por Sucupira vai de mal a pior!!!! A falta de compromisso, decoro e de dignidade é assustadora, mas convenhamos, a outra opção também seria assustadora...

Bom, o que mais importa para todos nós, é perceber que esta foi a primeira derrota na Câmara que o prefeito sofre, e que teremos mais embates nos próximos dias, pois creio que isto não ficará sem o troco.....Teremos um cabo de guerra que pode ser determinante para o ano de 2012...

Bom, mas tirei mais uma lição disto tudo!!!! Por aqui, tudo pode acontecer em nome da ganância, do poder e da falta de vergonha que acaba servindo como modelo de conduta para nosso município.

Ou mudamos nós, ou eles acabam com a nossa capacidade de raciocinar!!!!

Será que sempre só teremos estas opções de representações?


Está na hora do executivo deixar de seguir orientações para se inspirarem em Maquiavel e buscar inspiração em Rousseau ...


Leiam os capítulos anteriores:

Tudo pelo poder em Sucupira (clique aqui)

Votação Presidente da Câmara Municipal de Mangaratiba (clique aqui)

Ser ou não ser eis a questão.... (clique aqui)

Câmara de vereadores ou Casa de Noca (clique aqui)