domingo, 26 de maio de 2013

Desabafo de uma leitora do blog

Este comentário vale muito... e por isso foi para a página inicial.
Estas palavras valem para mim, como estímulo para que tenhamos consciência de que existe "consciência" em Mangaratiba.


"Leila, entendo a sua fala, pois também ando com essa sensação de impotência.

Realmente a questão educacional não é das melhores. O que falar para um professor que ganha uma "merreca" e ainda precisa colocar a mão no bolso para comprar alguns materiais ou xerocar folhas para aplicar seus testes e provas?
Como fazer esse mesmo professor ser criativo em uma turma com quase trinta alunos, se ele não tem uma estrutura e fica só pensando nas contas a pagar e se o dinheiro vai dar.
Aquele colégio de Normalistas é uma fábrica de fazer professoras, mas elas chegam nas escolas sem saber o que fazer, sem conhecer a Matriz Curricular das escolas do seu próprio Município! Não sabem fazer um plano de aula abordando os temas ali tratados. Não têm domínio com as crianças, pois não conhecem a fundo como uma criança aprende... não foram preparadas para isso! Então se desesperam, ficam doentes e não sabem mais o que fazer.

Correm para o seu superior, que também não tem estrutura e fundamentos para ensiná-las, e que correm para a SME, que também não consegue o suporte necessário. O caos se instala.

E o que dizer dos alunos que são encaminhados para acompanhamento médico ou os alunos especiais? Vem mais problemas pela frente!

Chegamos à Saúde! Que saúde? Deveria se chamar doença! Temos poucos médicos... psicólogos, fonoaudiólogos, oftalmologista, neurologistas, psicopedagogos, fora as outras especialidades...
A consulta não é feita (os pais desistem) ou aguardam dois... três meses para serem atendidos. Consultam, chega a hora do exame... ferrou! O Município não oferece o exame necessário, começa aí uma outra via crucis! Poucos conseguem manter o tratamento das crianças. Imagine então o que passa a população!

Com muito sacrifício, alguns problemas são resolvidos, pois encontram pessoas certas nas horas certas, mas e a grande maioria?

Depois chegamos a Cultura e ao Turismo. Onde? Não temos! Que perspectiva cultural nossas crianças e jovens possuem? O Município não se resume só ao primeiro distrito, que realiza alguns eventos culturais (exposição, cinema, caminhada ecológica e cultural). A cultura precisa acontecer, de forma organizada, em todos os distritos, até mesmo porque o preço das passagens da única viação que temos é abusivo e muitos não podem pagar sempre! Nossa cidade é rica em cultura. Porque não ensinar nossos jovens essa história e fazer deles multiplicadores ou guias mirins? Vem aí grandes eventos para o Brasil, Mangaratiba poderia aproveitar essa oportunidade e sua gente. Não é resumir só em hospedar uma delegação em um Hotel e que não vai conhecer a cidade! EDUCAÇÃO E AÇÃO SOCIAL,vamos colocar professores de Línguas ensinando nossos jovens nos CAICAS para termos jovens intérpretes para a chuva de línguas e oportunidades que virão. MEIO AMBIENTE promover cursos aos nossos caiçaras de preservação e conhecimento das espécies presentes no Município para que as pessoas se encantem e cuidem do nosso lugar. TURISMO E EVENTOS ensinem nossos jovens a divulgar as belezas da nossa cidade e consequentemente garantir uma renda. Não sei o que estão esperando para começar a crescer.


E quando ocorrem as "FESTAS"? Resultado... roubos de carros, motos, invasão em domicílios, assaltos, brigas... dinheiro público gasto em uma felicidade momentânea e que depois vamos precisar para as prioridades diárias.

Vamos fazer FESTA sim, mas para todos e com alguma utilidade, não com futilidade!
Cada distrito poderia ter sua festa cultural, festa com organização e que traga dinheiro aos comerciantes. Não aquele monte de barracas de bebidas, de pessoas que às vezes nem são da cidade e que vem aqui explorar. Cada distrito poderia ter o seu tema (gastronomia, literatura, música, dança, tradicional, religiosa, etc), desenvolver isso de forma integrada (ensino, guias, divulgação, comunidade, segurança, comerciantes, etc), só aí teríamos 6 festas no Município. Quem já viu algo sobre o distrito de Praia Grande? Parece que não faz parte de Mangaratiba.

Chega, não é? Essa foi a minha forma de ver os problemas.

Temos que buscar um governo mais participativo, ajudá-los (prefeito, vereadores) a enxergar as prioridades, chega de dizer que não é meu partido ou candidato, vou meter o malho. Não! A cidade é nossa! Temos é que levá-los a entender o que é preciso e que ouçam a população.

KKKKKKKKKKKK, escrevi tanto que a página nem aceitou a postagem inteira, tive que dividir.

NINA"

13 comentários:

  1. Bela postagem, NINA, parabéns pelo seu censo critico. Se metade dos nossos munícipes tivesse o discernimento que vc tem...ou coragem pra por em pratica, não estaríamos beirando o caos.

    ResponderExcluir
  2. Concordo com Fátima.Este comentário/desabafo é mais que uma palestra,mais que uma aula...Você possui uma facilidade de sintetizar todos os problemas cruciais de nosso município.Mas o mais importante é a sua capacidade crítica,suas sugestões...Nina,parabéns e aquele abraço!

    ResponderExcluir
  3. Verdadeiramente a NINA foi muito feliz na abordagem de chamar a atenção para uma política de inclusão social, geográfica e cultural, ainda mais porque a pobre mangaratiba de um tempo para cá vive uma onda pragmática instalada para que poucos se sirvam e ostentem, principalmente financeiramente a cadeira do PODER, ignorando a triste realidade de um povo sofredor, que sonha com um futuro que caminha sem futuro nas mãos desses que não tem um pingo de compromisso com nada, haja vista o caos que assola o município, apoiado por uma câmara que diz amém a todos os atos e desserviços prestados. Imaginem uma câmara municipal sem OPOSIÇÃO ao governo muncipal. Sinceramente estamos estarrecidos com a total aprovação dos atos do prefeito e em contrapartida circulam aproveitamento e jogadas escusas. TALVEZ PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA POLITICA DE MANGARATIBA, TEMOS UMA CÂMARA TOTALMENTE GOVERNISTA. VERGONHA !!!!!

    ResponderExcluir
  4. Lembrando que SEIS desses VEREADORES foram eleitos na coligação da OPOSIÇÃO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a oposição ACABOUUUUU no dia da POSSE desses VEREADORES.....

      Excluir
  5. Em seu desabafo a Nina expôs o que se passa nos corações e nas mentes de muitos de nós. Sinceramente, não acho que Mangaratiba seja um município tão difícil de se administrar. Sinto que nossos governantes e autoridades talvez estejam precisando de mais entusiasmo e de encantamento pelas coisas da cidade. Mas a sociedade pode tomar a dianteira participando mais. Precisamos fortalecer as associações de moradores, conselhos de pais nas escolas, a representação popular nos conselhos municipais, associações de comerciantes nos distritos e criação de ONGs nos diversos segmentos. Até mesmo uma entidade para fiscalizar as contas do governo local pode ser montada. Por que não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "...nossos governantes e autoridades talvez estejam precisando de MAIS entusiasmo e encantamento pelas coisas da cidade".E sinto que eles não precisam disso porque estão,exclusivamente, voltados para "outras coisas",como: se perpetuarem no poder,enriquecerem-se, cada vez mais,às custas da "política",manterem o curral eleitoral através da dependência / medo dos funcionários.Enfim,estimularem a manutenção da alienação da maior parte da população.Será que estou errada ou exagerei?

      Excluir
  6. perfeito! pode e deve ser criada, nos moldes da AMARRIBO.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada a todos que entenderam o meu "grito" que estava preso na garganta. Eu não quero que pensem que estou contra ou a favor, só quero que ocorra o crescimento com dignidade para todo o Município. Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Luiz Carlos Pereira Gonçalves4 de jun de 2013 14:30:00

    Dois segmentos dão empregos na cidade: Prefeitura e o comércio. O segmento comercial pede socorro. Está de pires na mão. Falam muito em educação, saúde e violên-cia. Esquecem que o desemprego influe nessas áreas de forma altamente negativa. É preciso se criar na cidade uma política turística: Se integrar os distritos através de eventos municipais, se criar estacionamentos pagos e organizados e e investir no turismo de excursões. O desenho geográfico da cidade aponta para o transporte alternativo. Nem a Viação Expresso nem outra empresa qualquer vão satisfazer as necessidades de transporte da cidade. Ônibus não vai a Junqueira, não desce Ibicuí, muito menos quer entrar na Praia Grande, passar no Axixá ou subir a Serra. Boa parte das soluções não virão do Governo do estado mas da própria comunidade. A cidade tem um grande potencial turístico. Cabe a nós saber explora-lo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz Carlos,
      Em Mangaratiba temos secretarias de tudo... só não temos secretarias ou políticas públicas de desenvolvimento econômico...

      Uma das funções de um gestor municipal é promover o desenvolvimento econômico de seu município e isto em Mangaratiba não existe. Com a visão limitada de promoção de desenvolvimento econômico, não desenvolvemos o perfil econômico natural de Mngaratiba que é o Turismo. E assim não teremos também a promoção de preservação ambiental ou conservação ambiental tão importante para o turismo em nossa Mangaratiba... e também não temos eventos culturais voltados para atrair um público exigente e antenado em conhecer a "possível" cultura local ou mesmo a cultura mais globalizada que tanto faz falta por aqui... E, lá vamos nós para a Educação que não forma pessoas mais capacitadas em se integrar ao mercado de trabalho em condições com outros centros urbanos e aí, restam os sub empregos tão comuns em nosso município que acaba não promovendo nenhum benefício social a sua gente.

      Nunca chegaremos a desejar saneamento básico, nunca desejaremos sair das ações sociais que mais parecem ações assistencialistas... nunca vislumbraremos mais do que alguns empregos na prefeitura, que são disputados a tapa e a votos...
      Nunca perceberemos o quanto poderemos mudar como sociedade...

      Excluir
    2. Lamentavelmente,Leila.

      Excluir
  9. http://extra.globo.com/noticias/rio/baixada-fluminense/prefeito-de-sao-joao-de-meriti-sandro-matos-investigado-por-fraude-na-merenda-escolar-de-creches-8361391.html

    O buraco da educação é bem maior.

    ResponderExcluir

Comente com responsabilidade e participe com sinceridade!